UGT


Home  >  Notícias
Home  >  Notícias

NOTÍCIAS

Restaurante por quilo confia na honestidade, e cliente pesa e paga sozinho


11/03/2019

Pesar o próprio prato de comida, calcular quanto gastou e pagar a conta sozinho, sem ajuda de funcionários. É assim que funciona o restaurante Armazém Bistrô, em Porto Belo (SC).  O dono do estabelecimento, Roberto Issa, disse que a ideia surgiu por acaso em meados de 2017.

 

"Como havia muita gente no local, e eu estava sobrecarregado, pedi para os clientes usarem a balança por conta própria e passarem o cartão na maquininha. Desde então, funcionamos assim"

 

Roberto Issa, dono do restaurante

Em um balcão, perto da cozinha, fica uma calculadora e uma máquina de cartão. Quem quiser pagar com dinheiro pode deixar o valor na mesa. Caso precise de troco, é só chamar o Issa, dizer quanto gastou e pedir a quantia que deve receber de volta.

 

TODOS PAGAM DE FORMA CORRETA, DIZ DONO

O empresário disse que, nesses quase dois anos, acredita que todos os clientes pagaram de forma correta, mas admite que não tem como saber com certeza, porque não há ninguém vigiando --"só a consciência das próprias pessoas".

 

Beto afirmou que a maioria dos clientes é da vizinhança, mas que, depois de o estabelecimento ter aparecido no noticiário regional, pessoas de outros municípios e estados foram lá para conhecer. "Até um casal de São Paulo esteve aqui e disse que vai tentar levar a ideia para lá", afirmou.

 

QUILO A R$ 29,90

O restaurante, que funciona no atual local desde janeiro de 2016, tem capacidade para 50 pessoas. No verão, atende cerca de 150 clientes por dia para o almoço. Em outras estações, o número cai pela metade.  No cardápio, há arroz, feijão, peixe, batata-doce, banana a milanesa, macarrão e carne de panela, entre outros. 

 

O quilo custa R$ 29,90. Quem preferir pode comer à vontade, pagando R$ 18. O estabelecimento também tem refrigerantes e jarras com sucos naturais de laranja e limão (R$ 6).

 

PARA ESPECIALISTA, PRÁTICA AJUDA A FIDELIZAR CLIENTE

A relação entre o empresário e os clientes é um bom exemplo, segundo o coordenador do curso de Marketing do Centro Universitário Internacional Uninter, Achiles Junior.

 

Do ponto de vista de mercado, segundo o especialista, a ideia é uma grande sacada. "Só pelo fato de o empresário confiar no seu cliente, ele acaba atraindo e fidelizando o público, e é muito mais barato você fidelizar um consumidor do que conquistar um novo", disse.

 

Ele afirmou, no entanto, que o aumento da divulgação do restaurante pode atrair pessoas mal-intencionadas. "Mas mesmo se o restaurante registrar um percentual de pessoas que não façam direito, ele ainda sai ganhando na quantidade e na visibilidade do local", declarou.

 

Fonte: UOL


Categorizado em: Geral,



logo

Sindicato dos Comerciários de São Paulo


Rua Formosa, 99 - Centro - Anhangabaú - São Paulo/SP - 01049-000 - Tel.: (11) 2121-5900
ugt