UGT


Home  >  Notícias
Home  >  Notícias

NOTÍCIAS

Museu da Ford exibe limusines usadas por presidentes americanos


11/04/2019

O Museu Henry Ford, localizado na cidade de Dearborn, no estado de Michigan (EUA), expõe os costumes americanos do século 20 e trata com desvelo os pedaços da história que envolvem presidentes e seus carros.

 

Uma fila de limusines surge em destaque logo após o visitante cruzar o corredor de acesso ao pavilhão principal.

 

Os veículos estão dispostos em ordem decrescente de ano. Em primeiro plano está a Lincoln 1972 usada pelos presidentes Richard Nixon, Gerald Ford, Ronald Reagan e George Bush.

 

Apesar de blindada, a limusine tem teto solar. Duas pessoas conseguem ficar de pé no carro, com o tronco para fora.

 

É de se espantar que houvesse essa possibilidade de exposição pública após o episódio que envolveu a Lincoln 1961 usada por John Kennedy, destaque do acervo.

 

O veículo está bem diferente de como era em novembro de 1963, quando o então presidente americano foi baleado e morto enquanto desfilava pelas ruas de Dallas. No ano seguinte ao atentado, a carroceria conversível foi transformada em sedã. A pesada blindagem não esconde os arrebites do teto improvisado.

 

O tanque recebeu revestimento para reduzir o risco de ser perfurado e explodir em caso de um novo ataque. Pode parecer mórbido, mas a limusine de Kennedy foi usada pelo governo americano até os anos 1970. Na traseira, traz a placa comemorativa do bicentenário da independência dos EUA, celebrado em 1976.

 

Dwight Eisenhower, antecessor de Kennedy, usou uma limusine Lincoln 1950 com teto de acrílico transparente em formato de bolha, sem blindagem. A parte traseira tem duas plataformas instaladas junto ao para-choque, usadas por agentes de segurança.

 

O veículo mais opulento em exibição foi usado por Franklin Roosevelt. Produzido pela Ford em 1939, tem por base o conversível Lincoln Sunshine Special. Enquanto as outras limusines em exposição têm motor V8, a de Roosevelt recebeu um V12 sob o capô. A potência era pouco superior a 150 cavalos, número relevante para a época.

 

Em 1942, após o ataque dos japoneses à base americana de Pearl Harbor, o carro oficial recebeu blindagem nos vidros e nas portas, além de pneus que podiam rodar mesmo após serem atingidos por tiros.

 

O veículo presidencial mais antigo da exposição é a carruagem Brougham usada por Theodore Roosevelt em paradas entre 1902 e 1909. Puxada por dois cavalos, tem interior acolchoado e suspensão com feixes de molas.

 

Segundo o museu, Theodore Roosevelt preferia o estilo antigo e raramente usava carros com motor a combustão. No seu mandato, a recém-criada indústria automotiva começava a ganhar força.

 

Fonte: Folha de S.Paulo


Categorizado em: Geral,



logo

Sindicato dos Comerciários de São Paulo


Rua Formosa, 99 - Centro - Anhangabaú - São Paulo/SP - 01049-000 - Tel.: (11) 2121-5900
ugt