UGT


Home  >  Notícias
Home  >  Notícias

NOTÍCIAS

Trilha de 7 quilômetros no sul de São Paulo leva a quatro cachoeiras


21/11/2019

O morador de São Paulo não precisa deixar os limites do município para se sentir fora da cidade e passear pela natureza.

A trilha dos Manacás, nos bairros de Engenheiro Marsilac e Parelheiros, no extremo sul da capital paulista, é opção para quem procura um percurso tranquilo e plano.

A rota é classificada como leve, com poucos trechos inclinados e majoritariamente aberta. A caminhada de sete quilômetros dura cinco horas e passa por quatro cachoeiras  —dos Manacás, da Lontra, do Marsilac e da Onça.

 

É possível tomar banho em todas elas. O rio Capivari, que passa pela região, é considerado o último curso d’água ainda limpo na cidade de São Paulo.

Para se banhar, o ideal é começar o passeio pela manhã. Boa parte da margem do Capivari tem extensos bancos de areia onde é possível se estirar sob o sol e se secar depois do mergulho.

 

Mesmo se não for entrar na água, é importante levar um calçado reserva para o retorno, já que alguns trechos do percurso passam pela água.

A entrada para a trilha é no Selva SP, parque de aventura da região, que fica a 58 quilômetros do centro da cidade. De carro, a viagem dura cerca de uma hora e meia. O local está perto das áreas de proteção ambiental Capivari-Monos e Bororé-Colônia, e da terra indígena Tenondé Porã. A fauna e a flora da mata atlântica estão bem preservadas.

 

Lá, há estacionamento, banheiros e uma área onde são servidas refeições —que têm de ser solicitadas com antecedência. No Selva há ainda atividades como rapel e tirolesa.

 

Para os que têm disposição e tempo para uma trilha mais difícil, com mata mais fechada e longe da capital, a sugestão é conhecer o Vale das Ostras, próximo ao município de Eldorado, a 257 quilômetros de São Paulo.

 

O vale é cortado pelo rio Ribeirão das Ostras, que forma 12 cachoeiras em seu curso. O trajeto de seis quilômetros passa por todas elas e leva cerca de seis horas para ser completado. O percurso é íngreme em vários pontos e tem trechos que passam pelo rio.

 

As cachoeiras têm formas e quedas bem diferentes. A do Poço Verde e a do Poço Azul, por exemplo, têm fluxo moderado de água e formam grandes piscinas. Já a de Meu Deus, última a ser vista, forma uma grande cortina d’água com sua queda de 53 metros de altura. Atrás dela, há uma pequena gruta, onde se pode entrar.

 

É o tipo de passeio ideal para quem pode descansar no dia seguinte. Além da dificuldade da trilha, a viagem até Eldorado dura quase quatro horas a partir de São Paulo.  

O esforço, porém, vale a pena para passar o dia numa das áreas mais conservadas de mata atlântica do país.

 

Fonte: Folha de S.Paulo

 


Categorizado em: Geral,



logo

Sindicato dos Comerciários de São Paulo


Rua Formosa, 99 - Centro - Anhangabaú - São Paulo/SP - 01049-000 - Tel.: (11) 2121-5900
ugt