UGT


Home  >  Notícias
Home  >  Notícias

NOTÍCIAS

Comércio eletrônico se divide sobre fiscalização de imposto


19/12/2019

A recente decisão do governo da Bahia de responsabilizar os próprios marketplaces pelo ICMS quando o vendedor deixa de emitir nota fiscal dividiu a opinião dos gigantes do varejo online. 

 

Clique O Mercado Livre diz que não tem acesso aos dados sobre as emissões de notas de seus vendedores e que o imposto deveria ser responsabilidade de quem vende. Diz também que a lei vai impactar investimentos no comércio eletrônico e pode reduzir o crescimento que o setor levaria para os estados.

 

Contraponto O Magazine Luiza, por sua vez, disse que apoia a medida do governo baiano e que as plataformas de venda online vão avançar. De acordo com a varejista, é possível ter controle rígido sobre transações de terceiros em seu site.

 

Fonte: Folha de S.Paulo


Categorizado em: Geral,



logo

Sindicato dos Comerciários de São Paulo


Rua Formosa, 99 - Centro - Anhangabaú - São Paulo/SP - 01049-000 - Tel.: (11) 2121-5900
ugt