Uber tenta patrocinar ciclofaixas de lazer em SP

12/02/2020

A Uber se ofereceu para patrocinar as ciclofaixas de lazer em São Paulo. A manifestação de interesse da empresa foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (11).

A ciclofaixa funciona em pontos determinados da cidade, somente aos domingos e feriados nacionais, das 7h às 16h.

 

A operação está suspensa desde o final de agosto do ano passado, quando a Bradesco Seguros decidiu encerrar a parceria com a Prefeitura. Desde então, a gestão municipal busca um novo patrocinador.

 

Em outubro de 2019, a empresa Innovia chegou a ser anunciada como uma das vencedoras do certame, mas acabou sendo desclassificada pelo não cumprimento de um item do edital em que era obrigatória a descrição da infraestrutura de pessoal e de equipamentos disponíveis para o projeto.

 

Histórico

Criadas em 2009 durante a gestão de Gilberto Kaddab (PSD), a ciclofaixa de lazer começou no Parque Ibirapuera. O projeto se expandiu na administração de Fernando Haddad (PT) e pouco avançou sob o governo de João Doria (PSDB).

 

Atualmente, são 117 km de extensão, divididos em 9 trechos:

 

  • Paulista/Jabaquara (18.61 km);
  • Paulista/Centro (16.2 km);
  • Jabaquara/Ibirapuera (10.2 km);
  • Ibirapuera/Parque do Povo (7.9 km);
  • Parque do Povo/Villa Lobos (15 km);
  • Brasil/Paulo VI (8.5 km);
  • Parque do Povo/Chuvisco (13.4 km);
  • Zona Norte (7.9 km);
  • Zona Leste (19.1 km).

 

No comunicado de manifestação de interesse, outras empresas dispostas a custear o serviço tem até o dia 17 de fevereiro para apresentar propostas à Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes.

 

Fonte: G1