UGT


Home  >  Notícias
Home  >  Notícias

NOTÍCIAS

Veja os produtos que devem ter as maiores quedas nos preços neste Natal


09/11/2017

MAIS BARATOS

Os preços de bens e serviços mais consumidos no fim do ano estão mais baixos em 2017. Segundo cálculo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), deve haver deflação nesses itens pela primeira vez em 17 anos. Esse foi um dos fatores que motivaram a revisão da projeção da CNC de aumento de vendas no Natal: de 4,3% para 4,8%

 

MICROCOMPUTADOR

O levantamento, iniciado em 2001, considerou os preços de 214 itens, tendo como referência o IPCA-15. Em 12 meses até outubro,  a queda é de 1,1%, depois de alta de 9,8% no ano passado e de 10,4% em 2015. Os preços de microcomputadores caíram 12,9% no período

 

CELULAR

Os aparelhos de telefone celular estão mais baratos este ano, segundo os cálculos da CNC: a queda acumulada em 12 meses até outubro de 2017 chega a 9,1%

 

VENTILADOR

Preços de ventiladores também estão em queda. Em 12 meses até outubro, a redução registrada foi de 7,8%. Com produtos mais baratos, melhora no mercado de trabalho, redução dos juros ao consumidor e liberação de recursos extraordinários, como o PIS/Pasep, o crescimento nas vendas no fim do ano pode até alcançar o de 2013, de 5%, estima a CNC

 

MICRO-ONDAS

Muitos itens de cozinha estão mais baratos este ano, como os micro-ondas, que acumulam queda de 6,4%. A expectativa da CNC é que a melhora no mercado de trabalho, com seis meses seguidos de geração de vagas formais, segundo o Caged, somada à queda nos preços, impulsione as vendas natalinas 

 

ALIMENTAÇÃO NO DOMICÍLIO

O item identificado como “alimentação no domicílio” na pesquisa da CNC também registrou queda, de 5,4% em 12 meses até outubro. A safra recorde do País ajuda a explicar a redução nos preços nesse segmento 

 

FOGÕES

Fogões acumulam queda nos preços de 4,9% até outubro. A deflação em parte dos itens pesquisados pela CNC pode ajudar o varejo a se recuperar de duas quedas seguidas nas vendas natalinas: -5% em 2015 e -4,9% em 2016

 

LIQUIDIFICADOR

Outro item da bancada da cozinha que está mais barato é o liquidificador: o produto teve queda no preço de 4,4%. A expectativa da CNC é que o varejo movimente R$ 34,7 bilhões no Natal de 2017. O maior aumento em relação ao ano anterior deve ocorrer nas lojas de móveis e eletrodomésticos, com alta de 17,4% no volume vendido 

 

VESTUÁRIO

A queda nos preços de itens de vestuário foi de 3,9%, de acordo com o levantamento da CNC. Esse é um segmento que deve ter bons resultados nas vendas de Natal, movimentando R$ 9 bilhões. Vestuário, supermercados (R$ 11,6 bilhões) e artigos de uso pessoal e doméstico (R$ 5 bilhões) devem responder por dois terços das vendas do período

 

MÁQUINA DE LAVAR ROUPA

A pesquisa da CNC, que acompanhou a variação de preços de 214 itens, em 12 meses até outubro, mostra queda de 3,3% nas máquinas de lavar roupa 

 

INSTRUMENTOS MUSICAIS

O item que reúne instrumentos musicais também registrou redução nos preços, de 3,2%. A CNC acredita que a melhora na expectativa de vendas no período de Natal provocará uma demanda maior por trabalhadores temporários. Os setores com maior geração de vagas são vestuário e calçados (48,4 mil vagas), hipermercados e supermercados (10,3 mil) e lojas de artigos de uso pessoal e doméstico (8,0 mil) 

 

Fonte: Estadão


Categorizado em: Geral,



logo

Sindicato dos Comerciários de São Paulo


Rua Formosa, 99 - Centro - Anhangabaú - São Paulo/SP - 01049-000 - Tel.: (11) 2121-5900
ugt